Escolas privadas não são mais uma opção para quem não quer doutrinação

“Na aula de história, o único assunto abordado é o feminismo…

O que mais me deixa indignado é a imparcialidade de opiniões e a intenção dos professores, um deles até disse explicitamente que o Escola sem Partido não funciona.”

Sou aluno de umas das melhores escolas privadas do Brasil, no estado de São Paulo, e posso confirmar que, mesmo nos melhores colégios, há doutrinação e imparcialidade. Essa manipulação vem se agravando nos dias de hoje. 

No 8º ano, tive uma professora que deu aula sobre o MTST, falou sobre como eles  lutavam justamente para adquirir moradia. Estou no 9º ano do Ensino Fundamental, e acredito que agora passaram dos limites.

Na aula de história, o único assunto abordado é o feminismo, e ainda por cima fui obrigado a resumir um texto desse site:

http://especiais.ne10.uol.com.br/raizes-da-intolerancia/misoginia.php

O que mais me deixa indignado é a imparcialidade de opiniões e a intenção dos professores, um deles até disse explicitamente que o Escola sem Partido não funciona.

Apenas falam do atual governo para criticar as falas do Bolsonaro e a religiosidade da Ministra Damares Alves.

Admiro muito o trabalho de vocês e achei que esse relato poderia ajudar o movimento.

Deixe uma resposta