Acadêmicos atacam ‘doutrinação’ do Enem

Reportagem do jornal O Globo, edição de 13 de novembro de 2014

RIO - Um conjunto de questões da prova de Ciências Humanas do último Exame Nacional de Ensino Médio (Enem 2014) abriu um debate entre acadêmicos sobre o “direcionamento ideológico” e a “doutrinação” dos estudantes por meio do teste. O sociólogo Demétrio Magnoli, que propôs a discussão, disse considerar as respostas tidas como corretas a algumas perguntas sintomáticas do antiamericanismo, do “ódio” à imprensa e das políticas racialistas “característicos” dos governos da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Pelo menos seis questões trariam esses vieses, segundo Magnoli e outros especialistas ouvidos pelo GLOBO. Mas há também quem defenda o tom da prova e relembre trechos com matiz similar já nas primeiras edições do exame, como o de 1998, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Leia mais...

Professor é flagrado acariciando aluna em sala de aula

Não é por acaso que cenas como essa acontecem com frequência cada vez maior nas escolas brasileiras. Por trás desse fenômeno está o pensamento influente dos “especialistas em educação” e a crescente erotização das salas de aula, promovida pelo MEC e secretarias de educação, em aberta violação ao direito dos pais e à liberdade de consciência dos alunos. Assistam.

Pagina 5 de 5

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato