Síndrome de Estocolmo

Vítima de um verdadeiro “sequestro intelectual”, o estudante doutrinado quase sempre desenvolve, em relação ao professor/doutrinador, uma intensa ligação afetiva. Como já se disse a propósito da Síndrome de Escocolmo, dependendo do grau de sua identificação com o sequestrador, a vítima pode negar que o sequestrador esteja errado, admitindo que os possíveis libertadores e sua insistência em punir o sequestrador são, na verdade, os responsáveis por sua situação. De modo análogo, muitos estudantes não só se recusam a admitir que estão sendo manipulados por seus professores, como saem furiosos em sua defesa, quando alguém lhes demonstra o que está acontecendo.

Divulgaremos, neste espaço, episódios que ilustram esse curioso fenômeno.


Alunos ou reféns?

Graças à doutrinação ideológica de que foram vítimas ao longo de toda a sua vida escolar, esses alunos se tornaram reféns de uma narrativa -- histórica, sociológica, política, cultural e econômica -- na qual eles, ou melhor, a sua "classe" e a sua "raça", são os culpados por tudo de errado que existe no mundo. Por isso eles não reagem: porque introjetaram essa culpa. Assistam.

Monstro totalitário arreganha os dentes

O estudante Felipe Svaluto Paúl, autor da primeira denúncia de doutrinação político-ideológica veiculada por EscolasemPartido.org, atiçou, com sua ação corajosa, o monstro coletivo-totalitário que habita o Departamento de História da UFF.

Num grupo de discussão do centro acadêmico, soldadinhos da guarda vermelha e uma professora do Departamento (Adriana Facini) visivelmente transtornada ante a perspectiva de ser a próxima a aparecer no quadro de denúncias do EscolasemPartido.org dão um show de sectarismo, agressividade, ignorância, intolerância, covardia, mendacidade e preconceito.

Leia mais...

Os alunos do Carlão

Por Reinaldo Azevedo

Aulas como as de Carlão são irrelevantes? Ah, não são, não. Abaixo, trechos de comentários que chegaram. Divirtam-se e espantem-se. De vez em quando, intervenho em azul. Nota: estão com a gramática original. É um assombro. Ah, sim. Parece que há também um recurso bastante usado no Zorra Total: o bordão! No caso, é “Satisfação, Carlão”.

Acima, ou aqui, o vídeo em que o professor, fantasiado de terrorista árabe, brinca com um aviãozinho ao som de Ivete Sangalo. Pretexto para a performance? O aniversário dos atos terroristas do 11 de Setembro de 2001.

Esse vídeo foi postado no Youtube no ano passado, retirado e posto de novo no último dia 20. Mas vamos a trechos de alguns comentários.

Leia mais...

Pagina 1 de 3

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato