Depoimentos

Divulgaremos neste espaço depoimentos de estudantes que tiveram ou ainda têm de aturar a militância político-partidária ou ideológica de seus professores.

Esperamos, com isso, alcançar um duplo resultado. O primeiro é ajudar outros estudantes a identificar as estratégias de doutrinação e propaganda utilizadas por seus professores e, naturalmente, se precaver contra elas. O segundo é mostrar aos professores que porventura se reconheçam em tais depoimentos o grande erro que vêm cometendo ao tentar fazer de seus alunos futuros "agentes de transformação social", a serviço desse ou daquele partido ou ideologia.


Depoimento de Beatriz Hidalgo (12.11.2016)

Em 2014 por meio das próprias redes sociais, li a primeira vez a respeito do ESP. Mas somente no final do ano de 2015 para 2016 que tomei conhecimento do que verdadeiramente é o projeto de lei e o que ele propõe para a nossa sociedade e consequentemente a educação.

Desde o ensino médio, tanto eu como um amigo em especial, já sofríamos uma certa "perseguição" e até mesmo chacota por parte de alguns professores, por muitas vezes os mesmos não aceitarem nossas opiniões divergentes sobre determinados assuntos. As chacotas e perseguições se estenderam comigo ainda até o último ano da escola.

Leia mais...

Depoimento de Pablo Daniel Mendes de Carvalho (07.11.2016)

Conheci o ESP por meio do True Outspeak do Professor Olavo de Carvalho, em 2011. Sempre tive um posicionamento mais à direita em minha trajetória acadêmica, porém não sabia que as respostas e ações de meus professores eram na verdade um misto entre perseguição e doutrinação; eu era forçado a participar de ''aulas'' e ''debates'' que tinham apenas UM ponto de vista ideológico, como por exemplo "a importância do MST e movimentos sociais na reforma agrária", uma coisa aviltante a qualquer ser humano consciente.

Leia mais...

Depoimento de M.S.S. (30.07.2015)

Olá, tenho acompanhado com o avanço do Escola sem Partido e é gratificante assistir ao acolhimento por parte da população.

Tenho 16 anos e estou cursando o 2º ano do Ensino Médio no estado de Minas Gerais e desde o ano passado tenho me envolvido mais em questões políticas. Fiquei sabendo então, de uma suposta doutrinação politico-ideológica nas instituições educacionais e passei a pesquisar mais sobre o chamado Marxismo Cultural. Depois comecei a identificar deturpações da historia e da realidade nos livros didáticos e mais tarde no discurso dos professores.

Leia mais...

Pagina 1 de 20

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato