Material "subversivo" para imprimir e distribuir na sua escola ou na escola do seu filho

Clique na imagem para baixar a versão em PDF do folder "Escola sem Partido - Perguntas e Respostas"

Diretor-presidente do Colégio Bandeirantes é condenado por dano moral

Mauro de Salles Aguiar, diretor-presidente de uma das mais renomadas escolas particulares de São Paulo, o Colégio Bandeirantes, acaba de ser condenado, em primeira instância, por sentença do 5º Juizado Especial Cível de Brasília, a pagar a quantia de R$ 15.000,00, a título de indenização por danos morais, ao coordenador do ESP, Miguel Nagib.

Caso a sentença seja confirmada em segunda instância, a citada importância será doada por Nagib ao Movimento Escola Sem Partido.

Para ler a sentença, clique aqui (acolhendo recurso interposto pelo coordenador do ESP, a juíza corrigiu a parte final da sentença para fixar a indenização em R$ 15.000,00).

Abaixo, o vídeo em que o diretor-presidente ofende o coordenador do Escola sem Partido:

Juristas confundem liberdade de ensinar com liberdade de expressão

Por Miguel Nagib

Quem leu na ConJur a reportagem de Marcos de Vasconcellos sobre o Projeto de Lei 867/2015 — que inclui entre as diretrizes e bases da educação nacional o Programa Escola sem Partido — não corre o menor risco de entender o que está em discussão no Congresso Nacional.

Trata-se de uma proposta legislativa inspirada num anteprojeto de lei de minha autoria, cujo principal objetivo, omitido pela reportagem, é tornar obrigatória a afixação em todas as salas de aula do ensino fundamental e médio de um cartaz com o seguinte conteúdo:

Leia mais...

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato